Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

29
Mar12

Ler Eduardo

Maria do Rosário Pedreira

Hoje Eduardo Prado Coelho faria 68 anos. Infelizmente, por uma dessas partidas do destino, saiu cedo demais da sua vida e da nossa. Faz uma falta tremenda a quem o conheceu de perto e teve a sorte de privar com ele, pela sua inteligência, pelo seu sentido de humor e por uma vontade desinteresseira de partilhar os seus conhecimentos; e faz falta a muitos que não chegaram a conhecê-lo e que, se ele estivesse entre nós, teriam sido seguramente brindados com um texto seu, uma vez que era um espectador atento de tudo quanto que se fazia de bom e adorava dar a sua opinião fundamentada. Até à data, não temos um substituto à altura, ninguém que tenha a capacidade de acompanhar com o mesmo entusiasmo a literatura e a dança, a moda e a política, o cinema e a filosofia. A cultura portuguesa ficou, por isso, mais coxa sem este seu observador e divulgador. Neste dia 29 de Março, a Casa Fernando Pessoa organiza uma leitura de textos seus a partir das 14h30. Eu vou ler um fragmento sobre o prazer da leitura, mas haverá textos sobre as mais diversas temáticas desta figura culta e ecléctica. Basta passar por lá e ouvir.

5 comentários

Comentar post