Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

23
Jul12

Amabilidade

Maria do Rosário Pedreira

Uma das vantagens de acompanhar os autores em sessões de lançamento dos seus livros pelo País fora é visitar outras livrarias – algumas bem bonitas e bem fornecidas – e conhecer gente interessante da região. Recentemente, estive com João Ricardo Pedro na Livraria Centésima Página, em Braga, num local maravilhoso, para uma acção dedicada ao romance que escreveu, e fomos ambos brindados, tal como o público presente, por uma abordagem francamente original sobre as mãos (sim, leram bem) em O Teu Rosto Será O Último, feita pelo professor Eduardo Madureira. Mas, além desse já excelente presente, o professor, director de uma colecção de obras dedicadas à cidade de Braga («Braga Cidade Bimilenar», da Fundação Bracara Augusta), ofereceu-nos ainda dois dos seus volumes, pérolas de um bom gosto extraordinário e muito curiosas. O primeiro era um diário gráfico da autoria de Eduardo Salavisa, um roteiro da cidade através de desenhos lindíssimos; o segundo, uma colecção de rótulos das marcas de sabonetes e outros produtos da fábrica Confiança, muitos dos quais ainda me lembro de ver em casa dos meus pais, impressos com uma qualidade que é raro encontrar em livrinhos desta natureza. Uns quinze dias depois, fomos de novo apresentar o livro, desta feita em Leiria, na Arquivo (que é uma livraria excelente e com responsáveis muito interessantes e calorosos) com o João Rebocho Pais (autor de O Intrínseco de Manolo) e recebemos os três outros presentes, entre vinho e T-shirts literárias, produzidos pelos mesmos proprietários da livraria. Não são obviamente estas prendas que importam, mas elas são uma prova da amabilidade daqueles que nos recebem nas suas livrarias. Obrigada a todos os que fazem muito pelos nossos livros e ainda por cima nos mimam desta maneira.

14 comentários

Comentar post