Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

29
Abr13

Correr mundo

Maria do Rosário Pedreira

Agora podemos dar a volta ao mundo num livro só e, ao mesmo tempo, tomar contacto com a mão e a verve de muitos escritores contemporâneos, portugueses e não só. A recentemente criada Parsifal teve a bela ideia de juntar num volume contos dedicados às cidades capitais e chamou-lhe, muito apropriadamente, Contos Capitais. «A beleza e a alma de uma cidade ultrapassam as fotografias dos locais que aparecem nos postais ilustrados, onde se aglomeram turistas ocasionais. Uma cidade constrói a sua singularidade sobretudo nas vielas e nos becos, nos sentimentos dos seus habitantes ou nos rituais da sua vida quotidiana», diz-nos o editor, que pediu a trinta autores muito variados (pronto, pronto, a mim também) que construíssem uma pequena ficção à roda de uma das suas capitais favoritas. Do veterano Baptista-Bastos ao recém-chegado João Ricardo Pedro (com um memorável conto em Montevideu), há aqui histórias para todos os gostos – e, ainda por cima, ilustradas com fotografias muito bonitas de cada cidade. A não perder.

9 comentários

Comentar post