Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

28
Mai13

Ler sem obrigação

Maria do Rosário Pedreira

Chamaram-me recentemente aqui no blogue a atenção para um grupo que se chama Voluntários de Leitura – e fui ver o que era (já ouvira falar, mas ainda não tinha tido oportunidade de me debruçar mais detalhadamente sobre o assunto e acho que vale mesmo a pena). Criado em 2012 pela Universidade Nova de Lisboa, este grupo destina-se a potenciar uma rede de voluntários na promoção da leitura, uma vez que, por vezes sem orientação, os jovens se sentem incapazes de ultrapassar as suas dificuldades e facilmente desistem de ler. Sabendo-se que o desenvolvimento da competência da leitura melhora os níveis e os resultados da aprendizagem de qualquer matéria, estes voluntários servem de mediadores e trabalham com crianças e jovens em bibliotecas escolares, ajudando-as a corrigir as suas deficiências de leitura e a ler melhor em todos os sentidos. Têm de ser aceites pelo professor bibliotecário, que os formará e os preparará, apoiando-os depois de forma continuada ao longo do ano. O projecto conta ainda com a participação de outras entidades, como a Fundação Calouste Gulbenkian, o Plano Nacional de Leitura e a Rede de Bibliotecas Públicas, entre outras. Se quiser tornar-se voluntário, contacte o professor-bibliotecário da escola da sua área de residência. Mais informações no link abaixo.

 

http://www.rbe.min-edu.pt/np4/750.html

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    António Luiz Pacheco 28.05.2013 23:31

    1º Beijinhos o rai'que t'a parta! Viraste?
    2º Atão e as nogueiras? E o cachopo?
    3º É bom saber que estás vivo e vivaço!
    4º Livro mais-ou-menos-da-moda e creio que um excelente livro sobre a Península Indostânica, é o
    Shantaram!

    Um abração Courinha! Fazes aí falta à tua tia e à ente todos...

    Saudações do Planalto Central!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.