Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

12
Jul13

Europa diferente precisa-se

Maria do Rosário Pedreira

No primeiro dia de Julho, chegou à minha caixa de correio electrónico um convite, no mínimo, inquietante (fiquei um pouco nervosa, é o que quero dizer). Não me considero ninguém no universo europeu (posso ser alguém na minha casa, metade de alguém na empresa onde trabalho e um cagagésimo de alguém no meu país), mas a Europa – nomeadamente, o presidente da União Europeia (e também o anfitrião, o primeiro-ministro polaco) – resolveu dar-me uma importância que não tenho e convidar-me para participar num encontro-debate em Varsóvia (viagem e estadia pagas) no âmbito de um programa que dá pelo nome de A New Narrative for Europe. «Narrativa», aqui para as nossas bandas, faz se calhar pensar logo naquela história de José Sócrates, mas a verdade é que a Europa, segundo o discurso de Durão Barroso no lançamento deste programa, em Abril passado, não quer ser só uma união económica, como até aqui, considerando a cultura um valor nuclear e um elemento unificador da integração europeia. Logo, é preciso que se escreva uma nova narrativa para a Europa, baseada numa perspectiva mais humanista. Nessa medida, cientistas e intelectuais (devo estar neste grupo, ui) de todos os países-membros são, pois, chamados a participar numa de quatro sessões de debate ao longo de 2013 e 2014 e a ajudar a «reescrever» a história da Europa para que possa existir, com o contributo de todos, um maior investimento na cultura, na educação, na investigação e na inovação e, no futuro, um maior crescimento, mais emprego e coesão social. No momento em que escrevo este post, não apanhei ainda o avião para Varsóvia, mas oportunamente darei conta do que lá se passou. Como editora de novos autores, tenho uma especial atracção pelas novas narrativas. Deve ser por isso que me convidam.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.