Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

01
Abr13

O que ando a ler

Maria do Rosário Pedreira

Os tempos têm sido de muito trabalho – e tenho sido forçada pelas circunstâncias a levar trabalho para casa. De modo que, entre as minhas leituras do momento, estão sobretudo as provas de livros que publicarei daqui por dois meses (e dos quais falarei mais à frente) e também de originais que me enviaram, alguns dos quais há mais de um ano, e que não me tinha sido ainda possível «abater» à pilha. Mas, nos bocadinhos livres, mesmo antes de me deitar, estou a conseguir ler um conto ou outro de um autor absolutamente brilhante, Dalton Trevisan, o brasileiro que é o mais recente vencedor do ilustre Prémio Camões. O livro chama-se O Anão e a Ninfeta, foi oferecido ao Manel pela Isabel Coutinho, uma jornalista apaixonada pelo Brasil e admiradora de Trevisan, e, apesar deste título um nadinha jocoso, a verdade é que é literatura a sério e bastante variada (há contos apenas em diálogo, contos em estrofes, contos mais longos). E tudo cheio de um humor negro e de uma maldadezinha que eu por acaso até aprecio. Nos livros, claro.

Pág. 3/3