Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

20
Set10

Para cima ou para baixo?

Maria do Rosário Pedreira

Há uns anos, a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros enviou uma circular que traduzia uma qualquer directiva, se não me engano, da União Europeia, segundo a qual os editores portugueses deveriam, a partir de então, escrever os títulos e autores nas lombadas dos livros de forma que se lessem de cima para baixo. Deste modo – que os ingleses já praticavam há anos –, um livro pousado numa mesa com a capa para cima teria o texto da lombada na posição correcta, e não, como antes acontecia, de pernas para o ar. Ainda hoje deixo passar este «erro», e é a Madalena, que trabalha comigo, quem dá por ele e me avisa (os designers das capas também o deixam passar frequentemente). No entanto, um destes dias, à procura de um livro de determinado autor na estante, verifiquei que, para as lombadas se poderem ler todas na mesma direcção, muitos dos volumes estavam, literalmente, de costas para mim… Além disso, como pessoa baixa que sou, habituei-me a ler de baixo para cima. Porque é que não deixaram as coisas como estavam?

21 comentários

Comentar post

Pág. 1/2