Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

29
Set10

Jesus de saias

Maria do Rosário Pedreira

Há uns tempos, falei com grande entusiasmo de um livro que ia publicar. Tratava-se de um romance do escritor cabo-verdiano Mário Lúcio Sousa, também músico, vencedor do Prémio Carlos de Oliveira em 2009, que o destino trouxe à minha mão por duas vias diferentes: conheci o Mário Lúcio em Brasília e ofereci-me para apreciar o livro; e, uns dias mais tarde, o seu agente, que mora no Porto, enviou-o para a Leya sem saber de nada, pedindo que considerássemos a sua publicação, uma vez que o júri aconselhara a edição numa chancela com larga distribuição nacional (pois, de contrário, o livro seria dado à estampa pela editora da Universidade de Coimbra e quiçá acabaria nos armazéns entre traças e musgo). Pois bem: o livro – de que eu então transcrevi um excerto – está nas livrarias desde sábado passado e chama-se O Novíssimo Testamento. E, sem querer dizer mais sobre a história (que é um delírio de imaginação), conta aquilo por que teve de passar uma mulher chamada Jesus, tomada, no seu leito de morte, por uma reencarnação do próprio Cristo. Se quiser passar momentos mágicos e divertidos, este é um livro para si. Senão, também.

 

3 comentários

Comentar post