Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

02
Out14

A guerra do amor

Maria do Rosário Pedreira

Em pleno centenário da Primeira Guerra Mundial, eis um romance português que recupera para a ficção uma história verdadeira, a dos bisavós da autora – ele português, ela francesa – que se conhecem e apaixonam durante um dos mais mortíferos conflitos de sempre, sobretudo para os Portugueses. Em Amor entre Guerras, de Sofia Ferros, Miguel é um jovem médico do Porto que parte para combater em França, como tantos dos seus amigos, e Alexandrine é uma rapariga invulgar, rebelde, admiradora da revolução russa e defensora dos direitos das mulheres. A paixão acontece num hospital improvisado, no qual um doente que sofre de febres palúdicas exige a presença do médico português, especialista em doenças tropicais, e onde Alexandrine passa as tardes com os doentes, consolando-os das feridas da guerra e ajudando um velho médico com falta de pessoal. Desse encontro nasce um casamento ardente, mas sempre ameaçado pela intervenção na política e pelo desejo de independência de Alexandrine, pouco comuns numa mulher da sua época e não muito bem vistos pelo marido criado no Norte com uma família tradicional. São por isso vários os momentos que ameaçam a ruptura desta relação, até que Miguel resolve aceitar um lugar em Moçambique, crendo que na distante Lourenço Marques Alexandrine deixará de lhe criar problemas. Mas não será exactamente assim. O lançamento da obra acontece hoje às 18h30 nas Caves Manuelinas do Museu Militar. Se quiser, apareça por lá.

 

3 comentários

Comentar post