Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

16
Jan18

Ambiente propício

Maria do Rosário Pedreira

As salas de aulas do 1º Ciclo do Ensino Básico passarão, no Município de Leiria, a ter espaços de leitura – se as escolas, claro, assim o entenderem e quiserem aderir ao projecto. E, se quiserem, a Câmara propõe oferecer-lhes uma estante, um tapete, 15 livros, um sofá, um conjunto de almofadas e sabe-se lá o que mais que possa tornar esse espaço convidativo para as crianças (por acaso, até se sabe, e é um tablet, rrrr). Segundo leio no Público, que divulga a notícia, a ideia é colocar a promoção da leitura no centro dos esforços da escola primária, criando para isso um ambiente favorável dentro do próprio lugar de aprendizagem. Supostamente, as escolas candidatar-se-ão a esta «renovação de mobiliário» (estou  brincar, mas nunca se sabe) e quinze serão contempladas. Esperemos que essas candidaturas venham de facto de professores motivados e amantes dos livros. Porque, por mais ambiente que exista, se os professores não interagirem com as crianças no momento da leitura nem criarem rotinas nas suas aulas, de nada servirá um tapete felpudo, um sofá confortável ou meia dúzia de coxins. O tablet, esse, será certamente muito utilizado… Em todo o caso, parabéns a Leiria.

9 comentários

Comentar post