Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

31
Mai16

Biblioterapeuta

Maria do Rosário Pedreira

Há dois anos tive uma doença nos ombros com um nome estúpido (capsulite adesiva bilateral – espero que nunca vos aconteça) e passei mais de um ano e meio a fazer fisioterapia três vezes por semana às minhas custas (o seguro não pagava, que fazer?); mas, depois dos penosos primeiros meses, percebi a importância de ter uma boa fisioterapeuta. Talvez os bons terapeutas sejam, aliás, fundamentais em todas as áreas – e os livros quiçá não são excepção. Lembram-se de vos falar aqui da Sandra Nobre, que depois de a vida lhe ter pregado um susto valente foi fotografar gente a ler em todo o mundo? Pois bem, ela está de volta com um serviço original, a biblioterapia, segundo ela «um método facilitador do desenvolvimento pessoal e da resolução de problemas através dos livros, que tem como objectivo primordial a mudança para melhor». Os seus serviços incluem variadas acções destinadas quer a empresas, quer a indivíduos, entre as quais, por exemplo, a leitura ao domicílio (ou nos hospitais), o aconselhamento de bibliografia para se tornar um melhor leitor, a indicação de livros às instituições sobre determinado tema específico que queiram recomendar aos seus funcionários. A lista é vasta e a experiência da terapeuta também, que trabalhou mais de dez anos como livreira e conhece certamente os desejos e limitações do público; mas, para que possam ficar com uma ideia mais concreta, deixo abaixo o link. Se precisarem de ajuda, já sabem.

 

https://abiblioterapeuta.com/

9 comentários

Comentar post