Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

26
Fev15

É hoje!

Maria do Rosário Pedreira

Sim, é hoje que começa o encontro de escritores mais aguardado do ano: as nossas queridas Correntes d’Escritas! E, enquanto estiverem a ler este post, se tudo correr bem, eu estarei na Póvoa de Varzim, desta feita a acompanhar dois escritores: o grande Mário Cláudio, que lança este ano o delicioso O Fotógrafo e a Rapariga, e o espanhol Carlos Castán, de quem excepcionalmente (porque quase nunca faço livros estrangeiros) publico Má Luz, um romance belíssimo sobre dois amigos. Mas haverá muitos mais autores e celebridades a ouvir por estes dias, entre eles Eduardo Lourenço, José Tolentino de Mendonça, Guilherme d’Oliveira Martins (que fará a palestra de abertura Quem tem medo da Cultura?), o cubano Leonardo Padura, o colombiano Jorge Franco (de quem publiquei em tempos dois romances muito bons, Rosário Tesouras e Paraíso Travel, e que vou certamente gostar de rever), Ana Luísa Amaral, Paulo José Miranda (o vencedor da primeira edição do Prémio Literário José Saramago), Afonso Cruz, Bruno Vieira Amaral e até o brasileiro Martinho da Vila. Haverá muitos lançamentos de livros, mesas-redondas, cinema, exposições, enfim, um mar de coisas interessantes para encantar olhos e ouvidos. E este ano as sessões decorrerão maioritariamente no Cine-Teatro Garrett, arranjadinho de novo para nos servir de casa ao longo do festival. Vai ser mesmo bom!

7 comentários

Comentar post