Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

06
Jul17

Enchouriçada

Maria do Rosário Pedreira

Eu bem sei que, às vezes, faço uns posts que são mais ou menos «encher chouriços» (até já me acusaram disso aqui), mas a verdade é que é raro o dia em que não ponha o dedo no ar aqui no blogue e, por isso, tenho desculpa (perdoo-me a mim mesma, pelo menos) para a falta de imaginação e de assunto. De qualquer maneira, talvez isso não seja razão para que regularmente me mandem convites da Confraria Gastronómica dos Enchidos (estou a falar a sério) e, ainda por cima, da parte do seu Grão-Mestre… Não sou assim uma grande consumidora de enchidos na forma alimentar (já na literária a profissão obriga-me a ler muito livro que também não passa de encher chouriços) e, no geral, nem sequer leio muito sobre comida. Fico, porém, surpreendida com a produção livresca à volta do tema dos enchidos de que sou mensalmente informada; e, desta feita, a obra para cujo lançamento sou convidada (dia 15, às 17h30, no Centro de Exposição de Odivelas) chama-se Bodas de Madeira da Confraria dos Enchidos e, para comemorar as ditas bodas (cinco anos), conta a história dos enchidos, falando dos diversos tipos de enchidos, apresentando receitas que incluem enchidos e juntando depoimentos de outras confrarias (do Mel, da Chanfana…) sobre a matéria. Enfim, para quem goste de enchidos, pode ser uma boa opção. E eu lá enchi mais um chouriço.

13 comentários

Comentar post