Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

15
Abr15

Felicidade

Maria do Rosário Pedreira

Apesar de o índice médio de felicidade dos portugueses ser relativamente baixo, sobretudo depois da crise que nos assolou a partir de 2009, a verdade é que eu não podia estar hoje mais feliz. É que o romance de David Machado que publiquei há um ano e tal, Índice Médio de Felicidade, foi ontem mesmo objecto de um importante prémio internacional, atribuído nada mais nada menos do que pela União Europeia! E o autor merece, oh, se merece, sendo a sua reflexão sobre os efeitos da crise e do desemprego, ponto de partida para a história de Daniel, dos seus amigos e da sua família no romance, um contributo importante para pensar a Europa contemporânea, as suas feridas abertas e o futuro que nos cabe ter e não ter. Parabéns, David, por esta excelente notícia e por não ter permitido a Daniel baixar os braços junto dos seus filhos, dos seus amigos e dos filhos destes. Esta não é uma história de resignação, mas de combate por um futuro melhor e mais feliz. E, nunca é demais dizê-lo, ficamos todos felizes por si: a Europa, eu e certamente também todos os leitores deste blogue e do seu livro.

 colocacao selo.jpg

 

 

7 comentários

Comentar post