Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

23
Jun15

Internacionalização

Maria do Rosário Pedreira

Para os autores portugueses, que vendem livros para um mercado bastante pequeno (e o Brasil ainda não conta, essa é a verdade), a internacionalização é extremamente importante. Se um romance for comprado por vários países e traduzido em diversas línguas, o autor não só ganha notoriedade fora de portas como pode conseguir rendimentos importantes. Hoje, enquanto estiverem a ler-me, encontro-me em Bruxelas (ou a caminho) para ver David Machado receber o Prémio de Literatura da União Europeia pelo seu romance Índice Médio de Felicidade. Feliz fiquei quando soube do galardão, mas ainda mais feliz quando comecei a receber pedidos do estrangeiro para apreciarem o livro e logo a seguir ofertas para a sua tradução. É muito bom ver que um livro extremamente actual sobre uma Europa em crise faz o seu caminho, abrindo as portas a um autor ainda relativamente jovem, que terá certamente muito mais para nos dar. Sinto-me orgulhosa por poder lá estar a vê-lo ser recompensado pelo seu trabalho sempre tão solitário. Parabéns, David Machado!

colocacao selo.jpg

 

 

39 comentários

Comentar post

Pág. 1/2