Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

07
Abr17

Judaica

Maria do Rosário Pedreira

Existe um festival anual chamado Judaica – que, como o nome indica, serve para divulgar e debater as questões do judaísmo. Distribui-se por vários locais – Lisboa, Cascais e ainda Belmonte e Castelo de Vide, terras que tiveram (ou têm) comunidades de judeus – e inclui, entre outras coisas, uma interessante mostra de cinema. No âmbito deste festival cultural, acontecerá amanhã uma conversa moderada pela jornalista Filipa Melo com três escritores cujos livros mais recentes tocam o judaísmo: Cristina Norton, com O Rapaz e o Pombo (finalista do Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores); João Pinto Coelho com Perguntem a Sarah Gross, um romance que fala, entre outras coisas, do Holocausto e dos seus efeitos, e Tiago Salazar com A Escada de Istambul, uma narrativa sobre os Camondo, família de judeus que se instalou no século XVIII em Istambul e foi das mais prósperas do império otomano. O debate terá lugar em Cascais, no Cinema da Villa, às 18h00, e os autores vão, no fundo, explicar por que razão escolheram judeus reais e imaginários como personagens. Um bom programa para o fim da tarde, junto ao mar. Bom fim-de-semana.

8 comentários

Comentar post