Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

18
Abr16

Leitura terapêutica

Maria do Rosário Pedreira

Muito se falou já no poder empático da literatura, veículo criador de laços que permitem ao leitor experimentar emoções e sentimentos fictícios e senti-los na própria pele como se fossem reais. Esta capacidade transformadora dos livros levou recentemente a que se associassem médicos e bibliotecários ingleses para receitar livros de ficção, poesia e auto-ajuda a doentes com depressão e ansiedade, em vez de lhes ser administrada outra medicação que pode ter efeitos secundários bastante mais nocivos. Com o apoio do Estado e a colaboração de associações de bibliotecários em todo o país, os médicos preparam-se para enviar os seus doentes com uma receita de leitura à biblioteca mais próxima da sua residência, na qual terão acesso imediato à obra recomendada. A lista, elaborada pela Reading Agency, inclui títulos muito variados e tem uma secção especial de obras humorísticas para «animar» os mais deprimidos.

15 comentários

Comentar post