Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

17
Jan18

Ler com companhia

Maria do Rosário Pedreira

Como alguns que vêm a este blogue deverão lembrar-se, porque o referi pouco depois da sua morte, David Bowie era um grande leitor e terá inclusivamente publicado a lista dos seus cem livros preferidos em 2013 e afirmando numa entrevista que, se não tivesse sido músico, provavelmente teria escrito romances. O seu filho, o cineasta Duncan Jones, sente-se agora quase no dever de cumprir a maratona de ler esses cem livros (ou os que conseguir, vá lá), mas não lhe apetece fazê-lo sozinho e, como tal, teve a ideia de fundar uma espécie de «clube de leitura de David Bowie» que, não se sabendo ainda exactamente como vai funcionar, terá de certezinha muitíssimos adeptos e quiçá levará muitos fracos leitores a interessarem-se por autores que não conhecem e livros que, de outro modo, provavelmente nunca leriam. É uma bela homenagem de um filho a um pai que, ainda por cima, pode ajudar pessoas em todo o mundo a encontrar o prazer de ler ou a descoberta de um escritor. Uma boa ideia.

17 comentários

Comentar post

Pág. 1/2