Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

11
Jan18

Lugar para os novos

Maria do Rosário Pedreira

Fico muitas vezes com a sensação de que determinadas pessoas, chegadas a uma certa idade, perdem a coragem para experimentar autores novinhos em folha e guardam o resto da sua vida para os clássicos (que não comportam assim tantos riscos). Por um lado, percebo-as. Mas, por outro, também saúdo as escolas de Escrita Criativa que recorrem frequentemente a novos talentos e os convidam a partilhar o espaço de uma aula com potenciais futuros autores ou gente que, simplesmente, quer aprender umas dicas para escrever melhor. Neste mês de Janeiro, a EC.ON, de que aqui já falei de outras vezes, recebeu Afonso Cruz para falar da sua obra, em especial do livro Jalan Jalan – Uma Leitura do Mundo, no dia 6; e no próximo dia 20 será a vez de Ana Margarida de Carvalho ir trocar impressões com os «alunos» a respeito do seu livro de contos, Pequenos Delírios Domésticos, recentemente publicado, e dos seus dois romances premiados. Daqui a dois meses, no dia 10 de Março, também João Ricardo Pedro irá falar do seu romance Um Postal de Detroit, que se seguiu ao aplaudidíssimo Prémio LeYa. Haja lugar para os novos.

 

P.S. Mais uma vez, peço moderação nos vossos comentários. Ontem isto parecia, como dantes se dizia, uma «peixeirada». Pensem só duas vezes antes de escrever. De contrário, passarei a apagar os comentários que considerar ofensivos. Não sujem a sala de estar. Obrigada.

8 comentários

Comentar post