Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

06
Jun14

Na Feira

Maria do Rosário Pedreira

Pouco mais de mês e meio sobre a saída de Uma Outra Voz, um romance que se desenvolve à volta de uma família e de um «patriarca» sem filhos na cidade de Estremoz – abarcando um século da história portuguesa e alguns dos seus principais episódios, da implantação da República ao 25 de Abril –, Gabriela Ruivo Trindade, a autora, que reside em Londres há cerca de dez anos, regressa à capital portuguesa para receber o Prémio LeYa; desta feita, a sessão vai ter lugar na Feira do Livro de Lisboa, no Parque Eduardo VII, e contará com o discurso do presidente do júri, Manuel Alegre, sobre a obra, mas também com a presença de Paes do Amaral, que entregará o galardão. Em pleno certame comemorativo do livro e da leitura, a Praça LeYa está «engalanada» para este acontecimento, que se realiza, para variar, de portas abertas. Vamos lá ver se os pregões que por vezes invadem o parque – farturas, queijadas de Sintra e gelados – nos vão deixar ouvir os discursos e se a enchente nos permite chegar até ao palco. No dia 12, aproveitando a sua permanência em Portugal, Gabriela Ruivo Trindade estará na Biblioteca José Saramago, em Loures, às 15h00, com Ana Margarida de Carvalho (autora de Que Importa a Fúria do Mar) para falarem das respectivas obras. Se quiser aparecer, não hesite.

7 comentários

Comentar post