Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

30
Jan15

Os esquecidos

Maria do Rosário Pedreira

Já aqui vos falei do blogue da minha amiga Aldina Duarte, em que uma vez por semana se faz homenagem a quem não teve o reconhecimento que merecia pelo seu génio e talento. É sempre bom lembrar quem foi esquecido – e fiquei muito contente quando recebi há dias um press-release de João Morales, um jornalista que organiza festivais e encontros de escritores e teve agora uma belíssima ideia: a de, uma vez por mês, juntar dois convidados (escritores, pelo menos na primeira sessão) na Livraria Almedina do Atrium Saldanha, em Lisboa (e que bonita livraria é), para recordar livros esquecidos. Por ano, são tantos os livros publicados que muitos passam injustamente despercebidos e, além disso, os mais antigos são difíceis de encontrar à venda e podem cair facilmente no esquecimento. Esta é, pois, uma boa maneira de ressuscitar uns quantos. Assim, amanhã, dia 31 de Janeiro, pelas 18h00, Bruno Vieira Amaral e Rui Cardoso Martins vão estar a conversar com João Morales sobre livros esquecidos. As próximas sessões ocorrerão no último sábado de cada mês, excepto em Fevereiro (será no penúltimo – e já me ponho aqui a pensar que João Morales não quer é faltar às Correntes d’Escritas que, neste ano, são mesmo no final de Fevereiro).

10 comentários

Comentar post