Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

12
Mar14

Uma Karénina renascida

Maria do Rosário Pedreira

Há cerca de seis meses, publiquei mais um romance de Ana Cristina Silva, autora finalista, com Cartas Vermelhas ou O Rei do Monte Brasil, de prémios literários importantes – por exemplo, o de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores ou o Fernando Namora, promovido pela sociedade Estoril-Sol. Amanhã celebraremos, porém, a sua obra mais recente, A Segunda Morte de Anna Karénina, na Biblioteca do ISPA, onde a autora é professora, e para tal contaremos com a apresentação do grande ensaísta e crítico literário Eugénio Lisboa. Façamos, pois, ressuscitar esta personagem de Tolstoi através de um casal desavindo, que se encontra, vinte e tal anos depois de uma separação terrível e violenta, no funeral do filho morto na Primeira Guerra Mundial em França, para onde fugiu a uma relação proibida e donde escreve cartas em que fala dos horrores das trincheiras e da sua tremenda solidão. Cartas que são encontradas pela mãe e lhe desvendam tudo sobre um filho que não pôde criar por razões que envolvem um segredo e uma história de traição. A sessão realiza-se às 18h30. Não falte.

 

P.S. O horário neste cartaz está errado. A sessão é às 18.30!

 

8 comentários

Comentar post