Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

25
Fev13

SPA

Maria do Rosário Pedreira

Sabemos que um SPA é o que nos convém quando, ultra-stressados, precisamos de relaxar com a ajuda de banheiras com esguichos, águas aquecidas, massagens com óleos de perfumes inebriantes ou duches Vichy. Mas a feminina SPA (Sociedade Portuguesa de Autores) é, realmente, o que me tem valido para receber regularmente sem stress os proveitos das letras que escrevo há uns anos, pois, sozinha, seria incapaz de descobrir quantas vezes passam na rádio e na televisão essas canções e de cobrar os respectivos direitos... Hoje, porém, vou à festa da SPA com um propósito diferente: conhecer os premiados desta sociedade em várias áreas, embora a que mais me interessa seja o romance, pois publiquei dois dos três candidatos ao galardão: O Feitiço da Índia, de Miguel Real, e O Rei de Monte Brasil, de Ana Cristina Silva. Ainda que Mário Zambujal seja um feroz concorrente de ambos, há que ter fé e confiança... E relaxar, como num verdadeiro SPA…

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.