Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

27
Fev13

Orgulhosamente acompanhados

Maria do Rosário Pedreira

Recebi um convite da Universidade das Baleares para participar numa mesa-redonda no âmbito de uma semana dedicada à cultura portuguesa que se realiza daqui a uns dias; e, no início, até pensei que era por ter um dos meus livros traduzido por uma editora de Maiorca chamada El Gall; mas, quando perguntei em que língua deveria exprimir-me (leio catalão por intuição, mas não sei falar), responderam-me que, obviamente, em português – e que queriam até que lesse alguns dos meus poemas, pois os alunos que assistiriam a estas jornadas conheciam e estudavam a nossa língua. Só então me recordei de que Perfecto Cuadrado, um grande especialista e tradutor da nossa literatura, é professor de Literaturas Galega e Portuguesa naquela universidade e de que o convite partira dele e do seu departamento. Umas semanas mais tarde, soube também, por uma crítica muito elogiosa no El País, que outra editora de poesia em Espanha, a Pre-textos, publicara uma antologia de poemas de Jorge de Sena em castelhano – um risco grande, tendo em conta que agora ninguém parece querer editar escritores mortos – e fiquei muito contente. Quando lá fora se interessam por nós – seja ensinando ou estudando a nossa literatura, seja traduzindo-a e publicando-a – sentimo-nos orgulhosamente acompanhados.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.