Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

15
Jul13

Empatia

Maria do Rosário Pedreira

Se é certo que a minha inclinação política e a dele não coincidem, também não deixa de ser verdade que, tanto quanto sei, nenhum de nós milita em partido algum nem veste camisola de cor assim tão definida. Assume-se, todavia, como um homem de Direita enquanto eu me considero claramente de Esquerda. Mas isso não me impede absolutamente nada de apreciar a sua inteligência e a sua escrita, nem de ler de fio a pavio – e sempre com enorme prazer e empatia – as crónicas que publica semanalmente no suplemento «Atual» do Expresso, especialmente as que têm um pendor autobiográfico, mesmo que atravessado nas histórias de outros, como acontecia na última, cujo ponto de partida era um filme português que não vi sobre adolescentes, mas com bastas referências ao meu querido Éric Rohmer, de quem vi muito. Às vezes, quando o leio sobre a própria adolescência e o martírio (a palavra é minha) do crescimento (presumo que tenha sido um rapaz misantropo, se é que não o é ainda), lembro-me do meu irmão que, enquanto eu passava os verões na rua a fazer amigos de todas as nações, permanecia em casa a ler a História Universal da Verbo ou, mais novo, a fazer pistas de automóveis com feijões a tarde inteira. Mas também me lembro da minha própria adolescência – e da dificuldade que era ter um metro e meio e ficar sempre atrás de toda a gente nos concertos de rock (não se riam, que é mesmo chato) ou não poder olhar por cima do ombro do parceiro durante os slows (que também não foram muitos porque me atrasei um bocado nos namoros – e não por estar a ler em casa). Há uma ternura, enfim, e uma cumplicidade muito boa que me ligam às crónicas de Pedro Mexia, uma qualquer matéria triste mas nunca lamentosa com que me identifico prontamente. Mesmo que muitas vezes pensemos de maneiras distintas sobre vários assuntos, a verdade é que o oiço e leio sempre (e, na maior parte das vezes, fico a ganhar).

13 comentários

Comentar post

A autora

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D