Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

31
Jul13

Período de repouso

Maria do Rosário Pedreira

Neste momento em que vos escrevo, dou graças a Deus por me ter casado (tarde, mas bem). As tendinites de que há tempos aqui me queixei não se atenuaram, nem com os vossos votos de melhoras – e a verdade é que não consigo tirar um cabide do varão do roupeiro, nem vestir um casaco que não seja largo e maleável, nem coçar as costas, nem sequer apertar o soutien. Não se riam, se não fosse o Manel, desconfio de que a minha vida seria ainda mais limitada – e talvez não tivesse sequer coragem para alimentar este blogue. Até porque, diz o médico (o mesmo que ainda não me conseguiu tratar, depois de consultas, exames e fisioterapia que me raparam a conta bancária), os teclados, os ratos de computador e os tablets – e o exercício da leitura puro e duro em má posição – são provavelmente responsáveis pelo estado a que cheguei (eu não descontaria o stress diário e o meu feitio eléctrico, mas enfim). Assim, como amanhã é Agosto e todos – mesmo sem fundos – vamos entrar em mood de férias, vou fazer um repouso da escrita (da leitura será impossível) e os Extraordinários compreenderão que este blogue só regresse em Setembro, que é também quando começa a rentrée e terei os curiosos todos por aqui. Por isso, desejo um bom descanso a todos os leitores destas Horas Extraordinárias – e aos que acreditem em Deus peço que rezem para que estas minhas dores vão também de férias... e já não voltem. No dia 1 cá estarei, provavelmente cheia de novidades literárias para dividir convosco. Boas férias!

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Carla Pais 31.07.2013

    Severino para as férias,
    Encomendados e à espera que cheguem:
    José Rentes de Carvalho com Mentiras e Diamantes,
    Afonso Cruz com Jesus Cristo bebia cerveja, Philip Roth com a Pastoram Americana, Casei com uma comunista e A mancha humana. Pedi também; Nuno Judice com Implosão, Manuel Alegre e Juan Marsé.

    Estou ansiosa para que cheguem, e que encomendei mais uns poucos e quero misturá-los todos e sentir-lhes depois o cheiro e de olhos fechados irei escolher o primeiro que irei ler, ou tens alguma sugestão de começo?
  • Sem imagem de perfil

    ASeverino 31.07.2013

    Carla - tudo bom
    PASTORAL AMERICANA - Philip Roth descreve como ninguém o ser humano com os seus defeitos, as suas virtudes, os seus complexos, a sua maneira de estar na vida.

    Philip Roth não é uma escrita fácil mas quando se ganha o rinmo desta escrita não mais paramos, e é desta escrita que nos faz pensar que eu gosto.

    CASEI COM UMA COMUNISTA e A MANCHA HUMANA-mais dois grandes livros.

    Do J. Rentes de Carvalho não percas "COM OS HOLANDESES".

    Já leram alguma coisa da Iréne Némirovsky ? uma maravilha!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.