Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

02
Set22

Intimidades literárias

Maria do Rosário Pedreira

Já há muito que os escritores saíram das suas torres de marfim e se sentaram ao lado dos  leitores. Ontem falei das feiras do livro, onde estão a autografar olho no olho de quem os lê; mas podia ter falado de idas a escolas e bibliotecas ou de festivais literários, lugares nos quais o escritor está bem próximo das pessoas, como uma delas, e não como um ser sagrado e distante num pedestal, como acontecia antes. Esta possibilidade de conviver com os nossos autores preferidos, de os ouvir a metro e meio de nós, de lhes poder fazer perguntas, é de facto excelente (estou a pensar que vi e ouvi Herta Müller e Vargas Llosa a conversar a dois passos de mim e que já valeu a pena ser editora e ter ido a Guadalajara só por causa disso). Ao mesmo tempo, este tipo de encontros multiplica-se, e os escritores, sobretudo os mais convidados, têm cada vez menos tempo para escrever, ao mesmo tempo que os organizadores procuram ser originais e, por vezes, metem a pata na poça. O espanhol Sergio del Molino foi convidado para ir a um encontro literário em Itália (bem pago) e, quando chegou, percebeu que teria de acampar com os leitores, dormir com eles na tenda e até (desculpem, mas os espanhóis conseguem ser brutos quando querem) cheirar-lhes os traques... Este tipo de intimidade também podia ser dispensado. O artigo vale mesmo a pena e deixo aqui o link.

https://elpais.com/cultura/2022-08-11/los-festivales-literarios-son-misery-la-experiencia-extrema-de-un-escritor-en-contacto-intimo-con-sus-lectores.html

 

01
Set22

De volta, e o que ando a ler

Maria do Rosário Pedreira

Pois sejam bem-vindos, depois de (espero bem) umas férias no campo, na praia, ou até na cidade, se ficaram por casa sem trabalhar, a pôr as leituras em dia. No mês que passou, tivemos infelizmente a calamidade dos incêndios, que parece piorar de ano para ano, morreu-nos a grande poeta (ela não gostava de «poetisa») Ana Luísa Amaral, de quem terei muitas saudades, e houve aquele tremendo ataque a Salman Rushdie que, depois de ter andado anos e anos escondido, foi apunhalado por um radical islâmico (e quase morto) quando falava de literatura e se achava finalmente livre de ameaças. O meu regresso faz-se em plena Feira do Livro do Porto e de Lisboa, e já me espera um fim-de-semana com autores a autografarem livros no Parque Eduardo VII com pavilhões novinhos em folha. Leio, entretanto, um livro que tinha começado há muitos anos em francês, quando estava noutra editora, e que ficou a meio nessa altura porque foi comprado por outra editora: A Elegância  do Ouriço, de Muriel Barbéry. Publiquei o romance de estreia desta autora (Une Gourmandise, não me lembro como lhe chamámos cá, já foi há tanto tempo), mas foi o do ouriço que lhe fez a carreira: as histórias contadas na primeira pessoa de uma porteira extremamente letrada (mas às escondidas) e de uma adolescente sobredotada, filha de uma jurista e de um político, que acha o mundo sem graça e tenciona suicidar-se um dia destes. Espero que tenham lido bons livros este Verão. Nos próximos tempos falarei dos que li.

Pág. 3/3

A autora

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D