Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

22
Mai19

Boas notícias

Maria do Rosário Pedreira

Num tempo em que só ouvimos dizer que fecham por todo lado livrarias, acontece uma excepção de monta. A Livraria da Travessa, que até aqui operava apenas no Brasil e é uma das mais famosas e bem-sucedidas, abriu portas recentemente em Lisboa, no Príncipe Real. Ao contrário das suas congéneres Saraiva e Cultura, que entraram em falência técnica há uns tempos,  a Livraria da Travessa (cujo sucesso inicial, se não erro, se deveu a ter sido escolhida como um dos locais recorrentes numa telenovela de grande sucesso há uns vinte anos) tem-se dado bem nos negócios; e, com este passo, abre a sua primeira loja internacional num momento em que a cena brasileira está difícil. Será uma livraria sobretudo com livros portugueses, mas dela constam também edições brasileiras, mesmo em tradução (presumo que o número de brasileiros residentes em Portugal o justifica), e ainda livros noutras línguas (para os turistas que ali passam às centenas todas as semanas). O espaço é bonito, dividido por várias salas, e vai ser um bom local para lançamentos. Não vi por lá muitos bestsellers, mais livros de literatura a sério. Só posso desejar que corra bem.

12 comentários

Comentar post

Pág. 1/2