Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

04
Jan19

Crónica e domínio público

Maria do Rosário Pedreira

Hoje é dia de partilhar a crónica; e desta feita ponho aqui a do dia 23:

 

https://www.dn.pt/edicao-do-dia/23-dez-2018/interior/ementa-de-natal-10343409.html

 

Comunico ainda, segundo a «notícia» dada pela jornalista Isabel Lucas no Facebook, que este ano entram no domínio público, entre outras, as obras dos seguintes escritores: Marcel Proust, Edith Wharton, Joseph Conrad, Willa Cather, D. H. Lawrence, Agatha Christie, P. G. Wodehouse, Rudyard Kipling, Robert Frost, Katherine Mansfield, Wallace Stevens. Isso quer dizer que, não tendo de pagar direitos, muitas editoras por todo o mundo se afadigarão a publicá-los ou republicá-los. Uns terão novas traduções, estou certa, outros verão pela primeira vez a luz em certos países. Gostaria muito de ter tempo e unhas para traduzir Robert Frost, poeta norte-americano que adoro. Mas o que importa é ler estes senhores e senhoras que continuam a ser conhecidos e citados tantos anos depois de terem morrido. Isso é o que os torna clássicos.

 

10 comentários

Comentar post