Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

09
Abr18

Divulgação científica

Maria do Rosário Pedreira

Comecei no mundo da edição pelos livros de divulgação científica – e, talvez por isso, tenha uma fé inabalável na ciência. Foi nessa primeira editora onde trabalhei que conheci José Mariano Gago, na altura um dos professores e cientistas que aconselhavam obras para tradução e publicação em Portugal; e, embora nunca tivéssemos sido exactamente próximos, lembro com muita simpatia um almoço de trabalho durante o qual estivemos a falar sobretudo das nossas respectivas nespereiras que, naquele ano, por uma razão que não entendíamos, tinham dado nêsperas bastante sensaboronas. Adiante: toda a gente sabe a importância de Mariano Gago no desenvolvimento da ciência em Portugal – tiremos-lhe o chapéu, por favor, porque ainda por cima ele não era nada gabarolas a este respeito – e, por isso, a SociedadePortuguesa de Autores (SPA), numa homenagem mais do que merecida, criou um prémio anual para um livro de divulgação científica a que pôs o seu nome. Temos excelentes divulgadores – desde logo António Damásio, mas também Carlos Fiolhais ou Jorge Buescu – e por isso a escolha há-de ser bem renhida. Como Mariano Gago gostava, claro. Parabéns à SPA.

3 comentários

Comentar post