Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

09
Set16

FIC

Maria do Rosário Pedreira

Começa hoje a segunda edição do FIC – Festival Internacional de Cultura, que tem lugar em Cascais e se espalha por diversos sítios, da Casa das Histórias de Paula Rego às ruas da baía, do Museu dos Condes de Castro Guimarães ao Jardim Visconde da Luz, do Casino Estoril ao paredão da praia, desta vez coberto por citações de Shakespeare, uma vez que este ano se comemora o 400.º aniversário da morte do poeta. Há convidados de peso – Caetano Veloso, Andrew Morton, David Lodge, Mathias Énard e muitos outros; e, além de mesas-redondas sobre literatura (uma delas com Caetano Veloso e o poeta António Cícero), política, história, etc., a programação inclui exposições variadas (da própria Paula Rego na sua casa, mas também das capas maravilhosas da revista Egoísta, por exemplo), um ciclo de cinema ao ar livre, concertos, leituras de poesia, teatro, gastronomia, animação infantil e ainda artes de rua para surpreender os passantes. O festival termina no dia 18 e, por isso, havendo todos os dias coisas para todos os gostos, não há razão para não ir lá fazer uma visita. Até porque também há uma Feira do Livro, aberta a partir das 16h, na qual se podem encontrar bons livros e autores a autografarem. A programação dos debates com escritores está a cargo de Inês Pedrosa e pode ser consultada aqui: fic.leya.com.

fic.jpg

 

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Puck 09.09.2016

    O cansaço dá nisto, pareço uma sopa de ervilhas feita por um avarento. O caldo é o meu estado anímico e as ervilhas esparsas, são as minhas ideias, até já me engano a escrever Shakespeare!
    Válha-me o protector dos duendes!
  • Sem imagem de perfil

    António Luiz Pacheco 10.09.2016

    ACTO V , cena II

    Fala de Puck:
    Se vos causamos enfado por sermos sombras, azado plano sugiro: é pensar que estivestes a
    sonhar; foi tudo mera visão no correr desta sessão. Senhoras e cavalheiros, não vos mostreis zombeteiros;
    se me quiserdes perdoar, melhor coisa hei de vos dar. Puck eu sou, honesto e bravo; se eu puder fugir do
    agravo da língua má da serpente, vereis que Puck não mente. Liberto, assim, dos apodos, eu digo
    boa-noite a todos. Se a mão me derdes, agora, vai Robim, alegre, embora.

    Digam lá da minha cultura, hein! Eheheheh!

    Olha Puck, eu cá sinto-me totalmente Oberon!

    Saudações shakespereanas cá da Morena Cidade!

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    A autora

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D