Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

09
Out19

O dia do Afonso

Maria do Rosário Pedreira

Depois da magnífica notícia de ontem, a da atribuição do Prémio Literário José Saramago, da Fundação Círculo de Leitores, a Afonso Reis Cabral pelo romance Pão de Açúcar, podemos dizer que hoje é seguramente um bom dia para o autor. Não bastando o galardão, é dia de lançamento de Leva-Me Contigo, a sua obra mais recente, em que relata a odisseia de 24 dias a pé através de Portugal, ora debaixo de chuva, ora debaixo de um calor louco, pela mítica Estrada Nacional 2. Logo à noite, pelas 21h00 (a hora é boa para dar tempo ao Afonso de descansar depois da "festa" de ontem), na Livraria Ler Devagar, no LxFactory, Francisco José Viegas, que pré-publicou na revista Ler um excerto deste livro, vai apresentá-lo, e o cantor Caio vai brindar-nos com algumas canções que servem de banda sonora a um documentário sobre esta viagem. Contamos consigo para dar os parabéns ao jovem autor, quer pelo prémio de ontem, quer pela caminhada de há uns meses, quer pelos seus livros! Apareça.

 

Convite Leva-me Contigo (2).jpg

 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Fernando Costa 09.10.2019

    Se o Pacheco me permite, faço também minhas as suas observações sobre o Afonso R. Cabral. Congratulo-me com os seus sucessos, acho que ele merece. Já li parte deste livro que vai ser hoje apresentado - adquiri-o numa loja CTT, imaginem - e já divulguei a obra a amigos e conhecidos. Do que li, gostei muito. As suas observações de viagem, os pormenores, a linguagem humorada mesmo quando se refere à bátega de água que apanhou inicialmente, são de um escritor que não precisa "colinho" de ninguém para vencer. Sabe manusear as palavras, tem pertinência nos traços e nos pormenores, é um observador muito atento, para além de ser corajoso e de se expor nas redes sociais, tendo obtido desses contactos algumas simpáticas intervenções dos seus leitores ao longo do trajecto.
    Note-se que não se limitou a recolher bibliografia para este trabalho "Leva-me Contigo", foi ele mesmo percorrer a "pedibus calcantibus" todo o itinerário. E vou repetir o que já disse noutro comentário anterior: o Afonso descreve o percurso da N2 com grande mestria, pois eu também já escrevi sobre ele quando, a propósito da aventura de 5 ciclistas amigos, passei ao papel a odisseia dos ditos entre Chaves a Faro.
    É natural que a Maria do Rosário tenha visto as suas qualidades - logo ela, que tem um "faro literário" especial - e bem andou quando aceitou publicar os trabalhos deste jovem.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.