Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

02
Dez22

O que ando a ler

Maria do Rosário Pedreira

Tenho de confessar que habitualmente leio mais literatura traduzida do que nacional, mas não poderia falhar o mais recente romance de Lídia Jorge, Misericórdia, a cujo lançamento público, aliás, assisti e constituiu um belo momento, com leituras de Ana Zanatti e apresentação de José Tolentino Mendonça. Misericórdia foi, se percebi bem, um «livro pedido», mas não encomendado. A mãe da escritora, que estava num lar de terceira idade (e morreu durante a pandemia), pediu à filha que escrevesse sobre esses lugares onde muitos velhos passam os últimos anos das suas vidas. Lídia Jorge fez-lhe a vontade; e, a par do dia-a-dia narrado pela D. Alberti (ou Maria Alberta), que nos põe a par do que se passa na instituição (desde as amizades, as embirrações ou as queixas, até às comidas, às entradas de novos utentes, aos passatempos, às paixões e às visitas, também da morte, especialmente de noite), é-nos contada a relação da narradora com a filha e a obra da filha, que aquela vê demasiado soturna e sempre sobre fracos e oprimidos quando existem tantos homens e mulheres capazes de actos heróicos que certamente fariam vender o dobro dos exemplares. As figuras são muito verosímeis, sobretudo a da cuidadora brasileira que não larga o telemóvel; e, apesar de ainda ir a pouco mais de um terço e de o tema ser obviamente sério, não consigo deixar de sorrir com um mistério que envolve uma morte que quiçá pode ser explicada por algumas pessoas ignorarem que certas actos, praticados em determinada idade, comportam alguns riscos... Vamos ver o que se segue.

9 comentários

Comentar post

A autora

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D