Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Horas Extraordinárias

As horas que passamos a ler.

05
Dez22

Publicar

Maria do Rosário Pedreira

Uma das maiores alegrias de sermos editores é claramente podermos partilhar com os outros os livros de que gostámos muito e achamos que toda a gente deve ler. Penso que, com o avançar da idade e a enormidade de leituras que já fizemos, é cada vez mais raro esse encantamento; ainda assim, de vez em quando aparecem pérolas que nos fazem acreditar que ainda haverá muita coisa boa para ler no futuro e que o tempo que nos sobra não vai chegar para elas. Porém, também pode acontecer que, numa indústria que já esteve mais próxima do seu desígnio (cultural e formador), os editores deixem cair certos livros por saberem que não existem para eles leitores suficientes. Nisto, os editores independentes estão completamente à vontade e podem arriscar em obras de nicho, mesmo perdendo dinheiro; mas os editores assalariados, a menos que consigam vender bem livros difíceis às suas administrações, não terão outro remédio senão passar por cima de muita coisa que gostariam de publicar. Por isso, quando numa entrevista o editor Francisco Vale, da Relógio-d'Água, diz que quem publica coisas sérias como uma biografia de Agustina ou Cardoso Pires não devia fazer livros da Cristina, percebo-o, mas o problema é que ele é um editor independente que herdou uma quinta e tem dinheiro; e, se calhar, ao outro editor as vendas da Cristina são justamente o que lhe permite publicar as tais biografias... Tomara que não fosse assim, evidentemente, porém, num país onde se lê cada vez menos literatura, a vida do editor contratado é muito mais difícil do que pensa o editor independente.

8 comentários

Comentar post

A autora

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D